Look Dândi: Um toque de masculinidade para elas (sem tabu)

Na Vogue Brasil de setembro saiu uma matéria de uma página falando sobre “Jogo de Gêneros” e o que seria um guarda-roupa dândi para as mulheres. Pois bem, ultra “dândi” que sou, resolvi escrever sobre esse estilo que tenho adotado há bastante tempo e que adoro usar para trabalhar.

E o que seria “dândi” ou “dandy” – em inglês? “Dândi” era o nome que se dava aos homens britânicos de bom gosto e elegantes, verdadeiros cavalheiros, mas que não pertenciam à nobreza. Prezavam pela elegância e refinamento, na busca de assemelharem-se ao aristocrata. Esse visual é extravagante, cheio de lenços de seda, gravatas borboletas, sapatos oxford, ternos bem estruturados, veludo e suspensórios.

Eu, particularmente, adoro a ideia de ser uma mulher livre e independente e poder incorporar artigos do guarda-roupa masculino sem parecer uma “mulher-macho”; pelo contrário, esse estilo é super elegante e tem sim o seu toque de feminilidade que confere sensualidade e poder à mulher.

Sei que não é muito comum de se ver mulheres com visual dândi no Brasil, em especial no Rio de Janeiro, onde o preconceito rola solto pela simples falta de informação. Libertem-se meninas e sejam felizes com o que lhes apetece!! A melhor coisa é quando você descobre que não precisa da aprovação de pessoas que não têm informação, cultura , bom-gosto estético e estilo. Que você não precisa se vestir como todas as outras, que só se vestem assim para não terem de sofrer com os olhares tortos e com as risadinhas debochadas

E vamos ao que interessa, na última sexta-feira fazia um friozinho gostoso e resolvi ir com um visual dândi para o escritório. Esse é um look que eu amo usar em dias frios. E mais amor ainda tenho pelos sapatos Oxford; toda vez que vejo um fico passando mal para comprar.

Imagem

Que tal, visual dândi totalmente aprovado?

Eu usei:

Paletó: Sem marca. Comprado em brechó.

Camisa: Ralph Lauren

Calça: Animale

Sapato Oxford: Allegra

Bolsa: Animale

Batom: M.A.C – Russian Red

Para começar a adotar esse estilo, você pode e deve incorporar alguns itens, como: lenços de seda, suspensórios, paletós de veludo ou de algum outro tecido mais “invernal”, camisa sociais, calças de alfaiataria, meias-calças mais grossas com saias com corte também de alfaiataria, coletes (isso eu uso bastante por cima de camisas sociais. Em alguns eu até coloco algum broche diferente), sapatos de couro no estilo Oxford (há versões lindas também em salto alto), chapéus de feltro (para as mais ousadas), panamá ou no estilo gângster etc.

E é claro que, se você colocar um belo batom e estiver bem maquiada, você não vai ficar parecendo um homem. Apenas será uma mulher estilosa e elegante. Portanto, liberte-se!

Follow:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *