DICA: Scarpin pink com glitter do Aliexpress

Olá, leitoras!

Já compro no Aliexpress há alguns anos. Aprendi com o tempo a saber qual seria o meu tamanho correspondente na China, as peças que podem valer a pena ao vivo ou  não, vendedores que são ruins e outros muito bons. Enfim, com minhas experiências de compras com vendedores chineses e coreanos aprendi bastante a garimpar coisas bacanas.

E uma dessas coisas bacanas foi um scarpin pink com glitter, super perua drag queen, que chegou esta semana para mim (após 3 meses de ansiosa espera!) e eu amei!

IMG_20150429_224407

Foto tirada por mim

Lógico que não dá para comparar com a qualidade de um scarpin da Schutz, por exemplo, mas ele serviu direitinho no meu pé e o preço foi ótimo – US$25.00 (disse no meu Instagram que custou US$12.00, mas me equivoquei!)! Isso foi antes do dólar disparar, ok?

scarpin

Foto do site  

PRÓS:

– o tamanho veio certinho;

– ele é bonito;

– o preço foi ótimo.

CONTRAS:

– não espere um acabamento de sapato italiano, pois não é, mas é ok, dá para usar;

– por conta do glitter ele arranha um pouquinho ao calçá-lo, mas também nada demais;

– percebi que o bico do sapato fica um pouco levantado para cima; parece que o bico não fica retinho no chão, sabe? Mas meu ascendente é virgem, então podem ter certeza que reparo nos mínimos detalhes e esse não chega a ser um defeito perceptível.

E COMO USAR ALGO TÃO CHAMATIVO SEM PARECER UMA DRAG QUEEN DE FATO?

O imagino como sendo o ponto de luz no look e o centro de todas as atenções. Uma calça jeans basiquinha, uma camiseta branca, o scarpin e voilà! Ou ainda, um tubinho preto e o scarpin; mais nada!

Vale a pena e o mesmo vendedor tem em outras cores – dourado e prateado. Clique aqui.

No entanto, com esta onda de moda consciente, de nos preocuparmos em como a roupa ou o acessório/sapato foi produzido, se mão-de-obra escrava foi utilizada ou não etc, tenho tentado me policiar para não comprar mais da China. Este scarpin que mostrei hoje foi uma compra de 3 meses atrás, mas desde então não tenho importado mais nada.

Tudo bem, eu sei que os preços de marcas bacanas nacionais são exorbitantes e, para a maioria das mulheres, as lojas de fast-fashion são uma alternativa viável, mas que tal tentarmos comprar menos e melhor – pouquíssimas peças, mas de ótima qualidade que durarão bastante tempo ou a vida toda? Think about it!

Follow:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *